CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

  

carreiraComo o próprio termo indica, "Pós-Graduação" se refere a cursos realizados após o término da Graduação seja esta um Bacharelado ou uma Licenciatura. Neste ponto começam as dúvidas.

É interessante perceber como os alunos de Letras de Instituições de Ensino Superiores tanto públicas quanto privadas interessados na continuidade dos seus estudos apresentam as mesmas dúvidas sobre os cursos de Pós-Graduação.

Em virtude desse quadro, o Ensino 21 lista abaixo algumas das principais perguntas sobre esse pouco conhecido (e muitas vezes temido) mundo da Pós-Graduação.

Independente do curso escolhido não se esqueça: não pare de estudar! Afinas de contas, como nos ensina o provérbio popular: "Pedra que rola não cria limo!"

 

1. "O que é Pós-Graduação Lato Sensu e Stricto Sensu?"

2. "Pós-Graduação e Especialização são a mesma coisa?"

3. "Qual é a diferença entre MBA e Especialização?"

4. "Posso fazer Mestrado ou Doutorado sem ter feito Especialização?"

5. "O que é Phd?"

6. "Como é o processo de ingresso em uma Pós-Graduação?"

7. "Posso escrever sobre qualquer tema em um Mestrado ou Doutorado?"

8. "Posso dar aula em nível superior com uma especialização?"

9. "Quanto tempo dura os cursos de Pós-Graduação?"

10. "Um curso de Pós-Graduação feito a distância tem a mesma validade de um presencial?"

 

1. "O que é Pós-Graduação Lato Sensu e Stricto Sensu?"

Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu são voltados para o nível de especialização (por isso também são chamados de Especialização ou, dependendo do formato, de MBA) e possuem caráter de educação continuada. Eles geralmente têm uma estrutura que lembra os cursos tradicionais, com aulas, seminários e conferência, além de ensaios críticos sobre os temas referentes a cada módulo do curso. Ao final de um curso Lato Sensu o aluno apresenta uma monografia sobre um dos pontos abordados ao longo do programa ou sobre um dos temas da linha de pesquisa do professor orientador. Uma vez aprovado ele recebe um certificado de especialista na área em questão.

Já os cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu se apresentam em dois níveis: Mestrado e Doutorado. Em ambos os casos o aluno se vincula a uma linha de pesquisa do professor orientador e assiste a um número específico de disciplinas que o ajudarão a desenvolver a sua pesquisa. Ao fim do Mestrado e do Doutorado, perante uma banca, o aluno faz uma apresentação oral de sua Dissertação (ou de sua Tese, no caso do Doutorado) que foi previamente lida pelos membros da banca. Uma vez aprovado ele recebe o título de Mestre ou Doutor. Após o Doutorado há a possibilidade da realização de um Pós-Doutorado que na verdade é mais um plano de trabalho de aprofundamento de conhecimento do que um curso propriamente dito. Nesse caso não há necessariamente a figura de um orientador assim como também não há aulas a serem assistidas. 

2. "Pós-Graduação e Especialização são a mesma coisa?"

Não.  Toda Especialização é uma Pós-Graduação, mas nem toda Pós-Graduação é uma Especialização. A Pós-Graduação pode ser de dois níveis: Lato Sensu e Stricto Sensu. APós-Graduação Lato Sensu também é chamada de Especialização ou, ás vezes, MBA. Por sua vez a Pós-Graduação Stricto Sensu engloba o Mestrado e o Doutorado.

3. "Qual é a diferença entre MBA e Especialização?"

A diferença de termos muitas vezes se dá por razões mercadológicas. Tecnicamente todo MBA (sigla para Master Business Administration) é uma Especialização. É importante ressaltar, todavia, que apesar do nome “Master” um MBA não é um Mestrado. A verdade é que não existe o “título de MBA”. Porém, devido a influência norte-americana no Brasil, esse é um nome de fantasia que é usado porque vende bem e é dado principalmente a cursos na área de gestão empresarial. Alguns cursos de MBA são especializações (ou seja, uma Pós-graduação Lato Sensu), outros são simples cursos de aperfeiçoamento. Por exemplo, se uma Escola quisesse dar o nome de “MBA” a um curso de Marketing com 100 horas de duração, poderia perfeitamente.

4. "Posso fazer Mestrado ou Doutorado sem ter feito Especialização?"

Sim. Qualquer aluno pode perfeitamente se candidatar a um curso de Mestrado ou Doutorado após o término da Graduação. No entanto, a experiência mostra que esse aluno precisa possuir um excepcional currículo enquanto graduado de forma a impressionar os membros avaliadores dos cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu. O ideal é que o aluno faça uma especialização para aprimorar os seus conhecimentos vistos na Graduação e, assim, se preparar para as demandas de um Mestado ou Doutorado.
5. "O que é Phd?"

O famoso “Phd” (do inglês Philosophy Doctor) é erroneamente confundido no Brasil com Pós-Doutorado. Apesar de no sentido específico da palavra o termo se referir a um acadêmico com Doutorado em Filosofia em uma universidade norte-americana ou inglesa, no Brasil ela passou a designar cursos de Doutorado em diversas áreas realizadas no exterior. Apenas o profissional que realizou o Doutorado em uma universidade estrangeira (norte-americana ou inglesa) pode usar tal título.

6. "Como é o processo de ingresso em uma Pós-Graduação?"

Independente de ser uma Especialização, Mestrado ou Doutorado de forma geral o procedimento de admissão a esses cursos é o seguinte: 1) o candidato presta um exame escrito versando sobre o conteúdo programático da área desejada. Nesta prova o aluno escolhe algumas questões dentre as apresentadas e redige um texto dissertativo. 2) o aluno realiza uma prova de língua estrangeira instrumental, visando avaliar os seus conhecimentos. A escolha varia entre Língua Inglesa, Espanhola ou Francesa. 3) (mais comum no Mestrado e no Doutorado) o candidato apresenta um projeto perante uma banca sobre um tema de seu interesse a ser desenvolvido ao longo do curso vinculado às linhas de pesquisas oferecidas.   

7. "Posso escrever sobre qualquer tema como trabalho de conclusão de um Mestrado ou Doutorado?"

Não. Os trabalhos de conclusão precisam estar vinculados a uma linha de pesquisa do seu orientador. Essa escolha já deve estar presente no projeto de admissão ao curso de Pós-Graduação Lato Sensu ou Stricto Sensu desejado. Nada impede, porém, que o tema da sua pesquisa mude. Esse novo projeto, no entanto, precisa seguir as linhas de pesquisa oferecidas.

8. "Posso dar aula em faculdade com uma especialização?"

Sim. Um especialista está habilitado a ministrar aulas no nível superior. Na verdade essa possibilidade depende da instituição e até mesmo do momento econômico da mesma. Explica-se: quando a faculdade quer alcançar uma boa avaliação junto ao governo ela prioriza a contratação de mestres e doutores. Quando há alguma crise financeira, porém, a contratação de especialistas é mais interessante devido aos custos, que são menores que em relação a dos mestres e doutores.

9. "Quanto tempo dura os cursos de Pós-Graduação?"

Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu têm carga horária mínima de 360 horas, não computando o tempo de estudo individual ou em grupo sem assistência docente e àquele destinado à elaboração de monografia ou trabalho de conclusão de curso. Eles possuem duração máxima de dois anos. Os cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu têm duração variada para cada nível: o Mestradotem duração mínima de dois anos e máximode dois anos e meio. Já o Doutorado tem duração mínima de dois anos e máxima de quatro anos. Um Pós-Doutorado tem duração flexível podendo variar de três meses a um ano em média.

10. "Um curso de Pós-Graduação feito a distância tem a mesma validade de um presencial?"

Sim. No entanto o MEC autoriza por enquanto apenas os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização). A cada ano a oferta de cursos nesta modalidade de ensino vem aumentando, apontando para uma tendência futura. O diploma não faz indicação de que o curso foi feito a distância. O mercado, todavia, vem dando preferência a profissionais oriundos dessa modalidade de ensino por considerar que os mesmos são mais autônomos e disciplinados.

 


Calendário

July 2013
MTWTFSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 

UFG - Catalão

logo letras1

Compre

livro